Rodrigo Cardoso

Músico, Produtor, Editor
---

(1979, Portugal). Em 2000 fundei a Bor Land, editora discográfica independente onde colaborei com alguns dos mais consensuais nomes da música portuguesa, como Old Jerusalem, Norberto Lobo, Carlos Bica, La La La Ressonance, München, Alexandre Soares, Jorge Coelho ou Gustavo Costa, e fui membro da banda de pop-experimental Alla Polacca. Estudei Produção e Tecnologias da Música na Esmae, no Porto. De 2009 a 2013 colaborei com a Cdgo / Jo-Jo's Music, a então maior e mais antiga loja de discos portuguesa e pioneira em vendas online. Em 2011 fundei a Boom Chicka Boom, uma pequena editora que é a casa d'Os Príncipes e dos Torto. Sou um dos cofundadores da Amaei, a primeira associação de editores independentes portugueses, afiliada da Impala (European Independent Music Companies Association) e da Win (World Independent Network). Desde 2013 colaboro com a Sonoscopia, uma plataforma de criação de música experimental e artes performativas, actuando com Srosh Ensemble e a Nova Orquestra Futurista do Porto, e participando na criação e desenvolvimento do site Phonambient. Vivo no Porto, Portugal.

+ ver mais - fechar

Colaborações

---

Alexandre Soares, Alla Polacca, Bildmeister, Bruno Duarte, Bypass, Carlos Bica, Complicado, Daily Misconceptions, Gustavo Costa, In Her Space, Insert Coin, Jorge Coelho, Kafka, La La La Ressonance, Lobster, Mindelo, München, Most People Have Been Trained To Be Bored, Nova Orquestra Futurista do Porto, Norberto Lobo, Norton, Old Jerusalem, Ölga, Os Príncipes, Plasticine, Puget Sound, Puny, Rose Blanket, Simpletone, Spatial White Noise, Srosh Ensemble, Starlux, Stealing Orchestra, Stowaways, Tenaz, The Allstar Project, The Astonishing Urbana Fall, The Grey Blues Bend, The Unplayable Sofa Guitar, Torto, Wave Simulator.

Novidades

No Noise - O Menor Festival De Verão
05 Agosto 2017 - Porto, Sonoscopia
MSHR (usa) - Microvolumes 3.74
13 Maio 2017 - Porto, Sonoscopia
Nova Orquestra Futurista do Porto
14 Abril 2017 - Lisboa, Teatro São Luiz

No Noise - O Menor Festival De Verão

05 Agosto 2017 - Porto, Sonoscopia
---

Linden (pt) / Nostoc (es) / Dganit Elyakim (il) / O Lendário Homem do Trigo (pt) / Alen Ilijic (rs) / Paisel (pt/de) / Well (pt) / Machine Gun Medusa (es) / Jorge Coelho (pt)

Na terceira edição daquele que se assume como o Menor Festival de Verão, mais uma vez não haverá grandes surpresas, confirmações ou promessas de momentos inesquecíveis. Pelo contrário, destaca-se a pequena escala, a intimidade e a proximidade entre músicos, público e o espaço físico e mental que é partilhado pela Sonoscopia. Comum a todos estes projectos é a afinidade com a ética do-it-yourself, a liberdade criativa e a exploração sonora, que vai desde o noise até ao dada-pop. Orbitando em torno da música, haverá ainda espaço para minigolfe, sono-gastronomia, grelhadores-tuning e uma feira de edições independentes.

MSHR (usa) - Microvolumes 3.74

13 Maio 2017 - Porto, Sonoscopia
---

Feedback de luz e áudio!

Colectivo artístico de Birch Cooper e Brenna Murphy que contrói e explora sistemas para revelar caminhos a uma experiência sensorial extática. Na intersecção da escultura digital, do circuito analógico e da performance cerimonial. Os seus projectos físicos giram à volta de sistemas de feedback analógico de luz e áudio, construídos com base em macro-disposições de sintetizadores esculturais. No lado virtual, tecem retractos de entidades dimensionais e domínios psicadélicos gerados por computador. O regresso de Cooper e Murphy à Sonoscopia.

Nova Orquestra Futurista do Porto

14 Abril 2017 - Lisboa, Teatro São Luiz
---

Conferência Futurista - Projecto P!

Nos 100 anos da conferência futurista de Almada Negreiros, o Projecto P! promove um programa de pensamento crítico e de curadoria a partir da questão: como constrói, recria e participa a performance arte na esfera pública? Se reconhecermos nas vanguardas do início do século XX o gesto fundador da performance arte, tal como propõe a historiadora Roselee Goldberg, podemos considerar esta conferência como o marco inaugural da performance arte portuguesa? Este programa inclui a publicação do livro Performance na Esfera Pública (Edições Orfeu Negro), uma conferência internacional e performances. A 14 de Abril vou tocar com a N.O.F.P. na performance "Reinvenções - 100 anos da conferência futurista de Almada Negreiros". Exactamente 100 anos depois do jovem Almada ter ocupado o palco do Teatro República (actual São Luiz) para ler o seu "Ultimatum às gerações futuristas do século XX", entre outros manifestos, vários espaços do mesmo teatro serão ocupados por 14 intervenções de artistas de diferentes gerações e de diversas disciplinas artísticas (artes visuais, poesia, dança, música e teatro), que reinventam a conferência futurista.